Aguarde. Carregando informações.

Ação AVC

Fonoaudiologia e o AVC

O AVC é uma das doenças que mais mata em nosso país. Os pacientes com AVC podem apresentar dificuldades na alimentação e na comunicação que devem ser tratadas adequadamente para evitar complicações.

A disfagia é uma dificuldade de engolir e pode fazer com que o alimento, ao invés de ir para o estômago, vá para o pulmão, causando pneumonias. O paciente com disfagia deve ser encaminhado para fonoaudióloga que irá realizar alguns exercícios com o objetivo de melhorar o processo de engolir. Nos casos em que não há possibilidade de comer pela boca com segurança, o paciente deve usar uma sonda para se alimentar que pode ser colocada pelo nariz ou diretamente no estômago.

Orientações:

1. Os familiares devem estar atentos a alguns sinais durante e após a alimentação que podem ser indicativos que o paciente está com disfagia, como por exemplo: tosse, engasgo, dificuldade na respiração, sonolência, baba excessiva, alteração no paladar, cansaço, entre outros. Se algum desses sinais for observados, o paciente deve procurar o serviço de saúde.

2. A boca do paciente sempre deve estar muito limpa, mesmo que não tenha dentes. A presença de bactérias e sujeira na boca pode aumentar a chance de pneumonia.

3. O paciente nunca deve ser alimentado na posição deitado. Caso o paciente não consiga sentar, levante a cabeceira o máximo que puder e se necessário utilize travesseiros como apoio. Após a alimentação, aguarde de 20 a 40 minutos para deitar o paciente novamente para evitar que ele apresente refluxo e que este vá para o pulmão.

A afasia, disartria e dificuldades de memória são alterações que também podem estar presentes na fala dos pacientes. Esses pacientes devem ser encaminhados para fazer fonoterapia.

Orientações:

1. Não trate o paciente como se ele apresentasse um transtorno mental, lembre-se a dificuldade dele é na comunicação.

2. Não deixe o paciente de lado, ele deve continuar participando da via familiar e social.

3. Ambientes tumultuados podem dificultar ainda mais a comunicação.

4. Fale com o paciente de forma mais simples, não mude de assunto rapidamente, espere ele responder e depois continue o que você estava falando.

Aline Cristina Pacheco Fonoaudióloga formada pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/USP, Mestre em Neurociências e Doutoranda pelo Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento.

Dúvidas Frequentes

  • AVC ou Derrame Cerebral?

    O Acidente Vascular Cerebral, é também conhecido como Derrame, ou Acidente Vascular Encefálico (AVE). É importante saber que a busca da informação é necessário, para prevenir e para saber como agir em caso de que ele ocorra.

    Em nosso portal você pode ter todas essas informações e compartilha-las.

  • Quem poder sofrer um AVC?

    Todos nós podemos sofrer de um Acidente Vascular Cerebral por isso devemos nos prevenir, mas fique atento ao grupo de pessoas que são consideradas com fatores de riscos

    Grupo de risco não modificável

    • Idosos

    • Sexo masculino

    • Baixo peso ao nascimento

    • Negros (por associação com hipertensão arterial maligna)

    • História familiar de ocorrência de AVC

    • História pregressa de AIT

    • Condições genéticas como anemia falciforme

    Grupo de risco modificável

    • Hipertensão arterial sistêmica

    • Tabagismo

    • Diabetes Mellitus

    • Dislipidemia

    • Fibrilação atrial

    • Outras doenças cardiovasculares

    Grupo de risco potencial

    • Sedentarismo

    • Obesidade

    • Uso de contraceptivo oral

    • Terapia de reposição hormonal pós-menopausa

    • Alcoolismo

    • Aumento da homocisteína plasmática

    • Síndrome metabólica por aumento da gordura abdominal

    • Uso de cocaína e anfetaminas

  • Como posso saber se alguém está sofrendo de um AVC?

    Sinais de alerta do AVC

    O teste SAMU é uma maneira fácil para que todos possam lembrar e reconhecer os sinais de AVC:

    Sorriso – Peça para dar um sorriso. A boca está torta?

    Abraço – Pode levantar os dois braços?

    Música - Peça para cantar ou falar uma frase. A fala é arrastada? Ele entende o que você diz?

    Urgente – Se você identificar qualquer um destes sinais, Urgente ligue SAMU (192), ou vá imediatamente para um hospital preparado para atender casos de AVC. Pense rápido. Aja rápido. AVC é uma emergência médica!